Percorra o Caminho

Deixe seu comentário


Portais de Cura podem ser os Caminhos de Todos Nós.

Saiba um pouco da biografia do Idealizador deste portal. Talvez, isso possa te ajudar a se abrir mais para este conteúdo. 🙂

Com esta série / formação da Vivência em Cura, Novos Horizontes poderão se abrir de diante de ti.

Que você encontre sua Paz. Seu Caminho. Sua Realização.

Inscreva-se em nossa canal do Youtube para receber informações de novos vídeos com as informações de cada um dos Portais.

Healing Gates encontra-se em fase de implementação. Mesmo assim, muitas das indicações apresentadas já apresentam links para conteúdos consistentes da Vivência em Cura. “Siga o coelho branco”, percorra o caminho…

Vamos em frente.

01 – Curso On-line de EFT

Acesse a página do Curso On-line de EFT.

Outros Recursos e Acessos à EFT:

Manual Gratuito

Vídeos de EFT
EFT para dinheiro;
Aprenda EFT em 7 minutos;
O que dizer para

Palestras:
. EFT para Concursos, Provas, Metas, Procrastinação;
. EFT para Obesidade e Autoestima.

Atendimento:
. Sessão On-line;
. Sessão Presencial – Brasília (DF).

02 – Consciência

. Autoconhecimento – indicação inicial;
. Quem é você
. Caminhos da Cura
. Integração do Inconsciente

A Consciência é um fator diferencial na Jornada de Encontro Pessoal e Evolução. Lendo Caminhos da Cura por completo você estará ao menos iniciado(a) nesse portal.

Tendo passado pelos conteúdos o Processo de Cura e o Quem é Você, você já terá um indicativo sobre Autoconhecimento. Seguindo com as Respostas de Cura e a Integração dos Sonhos você já poderá ter um bom vislumbre e até vivência, caso coloque em prática o que ler, em relação à Integração do Inconsciente, fator essencial para acessar ao menos um pouco da profundidade do Portal da Consciência.

O ideal para esses conteúdos, especialmente o Processo de Cura, já aproveitando vários outros benefícios, é ler sua versão completa disponível no livro Caminhos da Cura.

03 – Constelações familiares & Sistêmicas

. Sessão On-line & Atendimentos Individuais;

. Grupos Brasília (DF);

. Visão Rápida.

04 – Respostas de Cura

– Vida e Realização além das Defesas;

– Trabalho de Percepção e Encaminhamento da Energia da Essência.

05- Programação Superação do Desânimo

Esta programação pode te surpreender. Muitas vezes, as pessoas não entendem diretamente porque este conteúdo pode ter respostas de cura para elas. “Ah, eu não me sinto desanimado(a)…”. Bem, se dê uma chance, ouça ao menos um pouco e tire as conclusões por você mesmo(a).

Para ter maior proveito ainda com essa programação, acesse a página com as explicações de como aproveitá-la da melhor forma possível.

06 – Processo de Cura

Veja esse texto e absorva as bases fundamentais para assumir a responsabilidade e a aventura de empreender seu próprio processo de cura. ♥

E-book Completo;

– Também disponível na íntegra com vários outros textos e portais citados aqui no livro Caminhos da Cura;

Versão Reduzida demonstrativa.

07 – Prática Terapêutica – Constância e Variedade

Assim como a Terapia não deve se tornar uma muleta para as pessoas, o seu oposto também é algo grave: muitas vezes as pessoas deixam de lançar mão desse recurso tão precioso com a devida regularidade que ele merece. Não se sabote, nem recorrendo a uma constância e prática terapêutica que efetivamente não lhe ajudam e nem deixando de lançar mão da ajuda sempre que possível ou, principalmente, necessário.

É recomendado, após o período de resolução pontual das suas demandas iniciais, manter uma constância de verificação contínua, em intervalos de tempo equilibrados.

Há três configurações muito importantes em relação ao trabalho pessoal e terapêutico:

– Sozinho(a) – há coisas que devemos e só resolvemos com e a partir de nós próprios;

– Em sessões terapêuticas individuais ;

– Em trabalhos de Grupo.

Todas três são igualmente importantes e atendem a demandas e cenários distintos. Mantenha e pratique as três sempre que possível ou necessário, com constância, persistência, resiliência, paz no caminho e alegria.

08 – Atendimentos Individuais

Seguindo o dito no tópico anterior, dentro da sua prática terapêutica, procure receber sessões individuais com abordagens diversas ao longo do tempo, tanto com terapeutas homens quanto mulheres. Isso lhe dará uma boa base no trato consigo mesmo(a) e com o outro também.

Para fazer sessões individuais com o Luiz, Idealizador da Vivência em Cura, de qualquer lugar do mundo, pois os encontros podem ser on-line, você tem as opções de atendimento com EFT (Portal N° 1) e Constelações Familiares e Sistêmicas (Portal N° 3).

Para atendimentos com outros profissionais indicados pela Vivência em Cura, acesse a página da Rede de Cura.

Faça terapias de várias abordagens distintas, com homens e mulheres e vá descobrindo o que lhe serve melhor em cada tipo de situação. 🙂

09 – eventos de Grupo

Os eventos de Grupo podem acontecer de diversas formas.

Há questões que só resolvemos e dentro das quais podemos avançar dentro de nós mesmos e sozinhos. Em outras coisas, achamos campo fértil na assistência individual, um a um. E há ainda todas as coisas somente dentro do contexto de um grupo conseguimos o contexto, configuração e quantum de energia necessários para darmos um passo a mais, atingir uma cura ou um degrau a mais na escala espiritual e de evolução.

Procure participar em grupos de cura e evolução. Não precisa ser uma participação sistemática, ela pode ocorrer também de forma esporádica em diversos grupos distintos. Esteja com as pessoas comungando e convivendo em propósitos de elevação e cura. Isso ocorre pelo mundo todo.

Veja a página de registro dos Eventos Terapêuticos da Vivência em Cura.

10 – Festas Que Curam

As Festas que Curam são um tipo muito especial de terapia e eventos de grupo. As maiores curas estão ligadas aos momentos alegres e felizes, mesmo a outra parte do processamento e resgate das tristezas, mazelas, traumas e medos também sendo muito importante.

Nossa loucura chegou ao ponto de termos sido, cada vez mais, afastados, inclusive por força de lei, da natureza, especialmente das nascentes dos cursos de água. O ser humano ficou tão ensandecido ao ponto de ter sido proibido de chegar perto das nascentes, pois tem destruído quase toda a natureza da qual se aproxima. A resposta de cura é voltarmos para a natureza em ambiente controlado, por períodos curtos e com atividades e propostas previamente estabele¬cidas, de modo a resgatarmos a memória da conexão com tudo o que existe, nosso poder interno, a capacidade de regeneração e autorrealização, o modo de interagir sem destruir, ao contrário preservando e resgatando.

Existem lugares específicos e excelentes para isso. É uma tarefa gigantesca a ser realizada por bilhões de pessoas em vários pequenos grupos, de forma gradativa. O objetivo é reunir as pessoas em Lugares Sagrados da Natureza, de preferência com cursos naturais de água, em eventos de dois a doze dias, em pequenos grupos, inicialmente entre 50 a 3.000 pessoas, dependendo das condições de cada local, força e estrutura de cada evento, em pequenos acampamentos, vilas ou aldeias eco e autossustentáveis especialmente montadas para esses dias.

Condição básica para esses encontros é o fato de, ao término do evento, o local ser deixado com o menor grau e índice de impacto ambiental possível. Deixando a natureza novamente quieta para se recompor, pelo período necessário, até o mesmo local estar em condições novamente de receber outro contingente de pessoas. Com estruturas bem montadas, todo o lixo reciclável gerado durante o evento deve ser levado de volta para de onde veio e direcionado adequadamente. Caberá à natureza processar o que ficar de resíduos orgânicos previamente deixados para compostagem, recompor-se nas áreas desbastadas para montagem de camping e trilhas, sedimentar e harmonizar as energias vibracionais mexidas no lugar durante o evento. Apenas e tão somente isso. Tudo o mais deve ficar novamente do mesmo jeito de antes do evento começar.

O retorno aos centros urbanos, após essas vivências com todos os direcionamentos descritos nos livros Aspectos Sociais da Cura e Festas Que Curam, acorda e desperta as pessoas, ancorando e mexendo toda a força necessária para a realização de toda a transformação social necessária para a Cura Planetária ampla, irrestrita e necessária para a sobrevivência da espécie humana e até mesmo da vida como um todo na Terra, inclusive a gradual e progressiva desconstrução das cidades.

Quando você tiver a oportunidade de ir a uma Festa que Cura. Aproveite.

Para começar, veja sobre as festas de cura em um dos capítulos finais do livro Aspectos Sociais da Cura.

11 – Imersões & Convivência Terapêutica

A prática terapêutica e de evolução no contexto um a um pode ocorrer de diversas maneiras. A mais usual dentro dos centros urbanos, onde a maioria de nós vive…, é a de consultas e encontros curtos e de duração pré determinada, muitas das vezes em torno de 50 minutos.

A observação e vivência de muitas formas distintas de abordagens nos mostram que encontros mais longos, na forma de imersão, trazem uma configuração muito bem adequada para a colocação, elaboração e tratamento de questões das pessoas de forma profunda e com resultados bem significativos.

Veja a página de Imersões Individuais da Vivência em Cura.

Lembramos que as imersões em grupo fazem parte dos Portais 09 e 10 acima. 🙂

 12 – Aspectos Sociais da Cura

Aspectos Sociais da Cura é um livro da Vivência em Cura abordando quais as necessidades envolvendo a cura social e coletiva no Planeta Terra como um todo e quais os caminhos para se atingir isso.
Os grupos e as sociedades refletem a predominância das crenças e manifestação de seus integrantes, estendo-se isso desde pequenos grupos até países inteiros e ainda mesmo a toda humanidade.
A ligação da cura com as Relações Sociais faz sentido a partir da percepção de pessoas saudáveis formarem uma sociedade saudável, pessoas desequilibradas ou doentes formarem uma sociedade desequi¬li¬brada e doente.

Temos um caminho de mão dupla a fazer: curar cada um de nós, contando aí com ferramentas poderosas como a Expansão de Consciência, Vivências Místicas, Regressões, Libertação Emocional, Constelações Sistêmicas, Festas que Curam e tantas outras, e também curar a sociedade como um todo, uma vez que um meio desarmônico desestabiliza e exaure as energias individuais, criando uma “bola de neve”: pessoas doentes e infelizes perpetuando uma sociedade autodestrutiva e insana.

Este livro constitui-se, por si só, um Portal de Cura em decorrência de como mexe com a cabeça, emoções e sistemas de ação e reação de quem com ele toma contato de forma detida e séria. Não há como ficar no mesmo lugar ao lê-lo. A não ser que se queira. Daí, não tem como mesmo… Risos.

Veja mais sobre os Aspectos Sociais da Cura.

 13 – Eu Sou

. Caminho do Ego
. Atrair e Criar as Experiências Necessárias para Si Mesmo(a)
. Consagração Pessoal

Eu sou é o caminho do ego. Assim como a mente não é uma vilã e sim um “adolescente” mal criado e mal aproveitado, o ego também não o é. Há aspectos de Deus, da Fonte, de Tudo o que Existe, que só se manifestam através de cada de nós.

Há um consenso nas religiões de uma forma em geral de que Deus está em todos os lugares. Entretanto, é paradoxalmente contraditório quando as religiões trabalham de tal forma a contribuir para que as pessoas não sintam esse Deus dentro e a partir de si mesmas e sim como algo externo e praticamente inatingível.

Um dos maiores canais de cura existentes é a habilidade de atrair e gerar para si mesmo(a) as situações e experiências necessárias para se evoluir em harmonia com tudo o que existe, sem pressa e sem perda de tempo.
Há um quantum muito grande hoje no planeta de pessoas sofrendo em vários níveis de baixa autoestima e/ou de seu oposto compensatório, a autoimportância.

Com o processo da formação da personalidade humana, tornarmo-nos ultraespecializados em perceber a separação mais que a unidade. Ao contrário do que o nome possa inicialmente indicar, Eu Sou é o caminho do equilíbrio a partir da dissolução da consciência da separatividade, pois ao buscar esse Eu Sou navega-se cada vez mais rumo à desidentificação de um eu em separado.

14 – O Fazer e Realizar

O fazer e realizar tem a ver com determinados processos dentro dos quais as pessoas podem ficar presas por muito tempo focando apenas as terapias e processamentos, utilizando-os como uma forma de fuga de viver efetivamente, fazer, acontecer. Fica-se preso nos meios e se esquece dos fins…

Há, sob certa ótica, duas formas de se atingir a cura. Uma é processando, terapeutizando, fazendo processos, lançando mão de recursos, atividades etc. A outra é simplesmente fazendo-se o que se é para fazer. Lembre-se: você pode estar fazendo milhões de coisas para chegar a um determinado estado de ser, conseguir algo, fazendo todas essas coisas no sentido de se trabalhar ou transformar, sem fazer o que se deve ser feito na prática em relação ao objetivo final.

Por exemplo, pode estar tentando melhorar nas relações. Daí faz e vai a muitas terapias. Entretanto, em momento algum, liga para algum parente ou amigo, vai fazer uma visita. Pode estar tentando liberar todas as amarras que lhe impendem de progredir financeiramente, entretanto, muitas vezes, pode estar deixando de sentar no computador para produzir algum trabalho, fazer algum contato, mandar algo para alguém.

O ótimo é inimigo do bom. Faça, de alguma forma. O fazer “imperfeito” também ajuda a nos vermos em ação e ir detectando onde estão as dificuldades, os pontos cegos. Para quem já conhece a EFT, é uma ótima oportunidade, havendo dificuldades, preguiça ou qualquer coisa assim, de já abrir o processamento com algo do tipo “Apesar dessa dificuldade, essa confusão, só pensando em começar esse relatório, eu me aceito profunda e completamente”… 🙂

15 – Respiração Para Curar a Sua Vida

E-book Completo.

– Também disponível na íntegra com vários outros textos e portais citados aqui no livro Caminhos da Cura;

– Versão reduzida demonstrativa.

16 – Práticas Sugeridas

Trata-se de um dos livros da Vivência em Cura. Assim como este livro, é um compêndio muito profundo e bastante prático com indicações de técnicas efetivas e simples. São cerca de 40 práticas, indicadas, dentre elas Contato Direto com os 4 Elementos; Exercícios de Posturas; Espreguiçar pela Manhã / Alongar pela Manhã; Esfregar o Corpo com uma Toalha Seca; Despertar Gradual e Progressivamente; Tomar Banho com Água Quente e uma Ducha Fria Rápida ao Final; Assistir ao Nascer e ao Por do Sol; Expressão Artística; Dançar em Transe – Individual ou Coletivamente; Tomar Água Quente; Mastigar e Cuspir; Não Cruzar Nada no Corpo; Urinar com Pausas; Tomar a Própria Urina; Exercícios de Sentimentos; Relacionamentos com Novos Padrões; Se Dar Presentes; Jejum de Sono; Proteção do Plexo Solar; Unificar-se.

Para cada uma das práticas apresentadas, são especificados descrição do método, sua relação com a percepção, propósitos, requisitos, sugestão de intensidade, o que a prática pode agregar a você, dentre outros comentários.

17 – Medicina dos 4 Elementos

A Medicina dos 4 Elementos fundamenta-se no princípio extremamente simples de procurar a harmonização através do contato com o ar, fogo, água e terra nessa ordem de prioridade. Algo simples e poderoso.

Tanto durante nosso nascimento quanto para a prestação de primeiros socorros, essa ordem de contato e verificação é fundamental. Fomos afastados, por diversos motivos, do contato espontâneo e saudável com esses elementos.

Veja o quadro sobre a prática do controle dos 4 elementos no próprio corpo no texto completo sobre Respiração para Curar a Sua Vida para uma ideia um pouco mais profunda sobre a Medicina dos 4 Elementos.

18 – Atividade Física Curadora

A atividade física curadora deve ser não competitiva e sem geração de lesões.

Saiba mais.

19 – Mente que Cura – Programação Mental

. Domínio dos Pensamentos / Foco no que se quer
. Leituras Inspiradas
. Áudios recomendados

20 – Aformações

Esta técnica consiste em fazer perguntas de caráter construtivo a si mesmo(a), levando a mente a trabalhar nessas respostas.
Normal¬mente, já fazemos isso de uma forma prejudicial, nos deixando levar por indagações do tipo “Por que nada dá certo comigo?”, “Por que tenho a autoestima tão baixa?” etc.
A mente é um servo, ela trabalha naquilo em que a destinamos. Ela irá encontrar respostas. Mesmo que elas não existam, ela irá forjá-las. Usemos, então, perguntas construtivas: “Por que sou tão rico?”, “Por que consegui superar todas essas limitações?”, “Como faço pra atingir meu máximo potencial?”. Um up grade muito bem vindo a essa formatação é colocar essas perguntas no passado, como se essas coisas já tivessem ocorrido: “Como foi que consegui atingir meu máximo potencial, mesmo depois de tantas adversidades”?
Podemos usar esse método durante as frases de preparação da EFT ou simplesmente nos perguntando essas coisas constantemente, pois, assim, irão para o subconsciente e a mente irá trabalhar nas respostas, magnetizando, programando e constru¬indo o que almejamos.
Para se aprofundar nessa técnica, invista no livro “O Código Secreto Do Sucesso”, De Noah St Johh.

21 – Expressão Curativa

A expressão curativa contém as características de ser assertiva, não violenta, amorosa, construtiva, para o mundo sempre que necessária, associada à cura e realização. Engloba a Nova Alfabetização.

Veja o conteúdo sobre Palavras Não Ditas para ter acesso a uma forma eficiente de colocar em prática sua Expressão Curativa.

22- Prosperidade Harmônica

. EFT para Dinheiro
. Caminho da Prosperidade
. Aspectos Sociais da Cura

23 – Processamentos Escritos
24 – Aspectos Causais

Dentro da Expansão da Consciência, um aspecto particularmente proveitoso para o Poder de Autocura é a compreensão dos Aspectos Causais das Doenças e da Saúde. A melhor série de livros sobre esse assunto indicado pela Vivência em Cura é:
. Metafísica da Saúde

Sugerimos, ainda, esse vídeo, com a Nereida, da Psicossomática:

25 – Quebra de Frequência

Consiste em um conjunto simples e prático de técnicas e propósito em se mudar de frequência toda vez que detectamos estarmos desarmônicos ou rumo ao sofrimento. Pode parecer algo óbvio sabermos quando estamos indo para o sofrimento, mas não é tão claro assim. Tanto é que acabamos esbarrando ou até mesmo nos afundando nele por tantas e tantas vezes.
Mudar a frequência é uma sabedoria de vários níveis envolvendo tanto pequenas mudanças de pensamento e vibração emocional quanto atitudes ou pequenos e grandes presentes que damos a nós mesmos de forma a mudar o jogo e virar e mesa sempre que necessário. Pode ocorrer “num simples passe de mágica” ou demandar um grande esforço de nossa parte dependendo da situação e da mudança pretendida. De qualquer forma, faça o que for necessário, de forma harmônica com tudo o que existe, em prol de sua cura e em contribuição a tudo a seu alcance.

26 – Integração dos Sonhos

 

27
Meditação
28
Meditações Ativas
29 – Dissolução de Medos

. Versão Reduzida Para Internet
. Versão completa no livro Caminhos da Cura

30 – A Cura da Vítima

A cura da vítima é um dos portais mais poderosos pelos quais podemos passar. Assumir a responsabilidade por tudo de bom e, principalmente, de ruim pelo o que acontece em nossas vidas. Esta cura está intimamente relacionada à cura das defesas de personalidade, especialmente da carente e da controladora. Veja o conteúdo sobre as Respostas de Cura para ir mais diretamente a isso.

Não há vítimas. Este é um conhecimento avançando que demanda uma mudança de paradigmas e percepção da realidade. A Visão Sistêmica (base das Constelações Familiares) nos ajuda bastante com isso.

31 – Contato Frequente e de Qualidade com a Natureza

Algumas vezes, torna-se desafiador falar de coisas potencialmente óbvias. Somos formados pelos elementos naturais da Terra e, mesmo assim, fomos afastados, inclusive por força de lei, das nascentes de água, uma vez que o ser humano tem destruído e desarmonizado quase tudo naturalmente disponível no planeta com o que tenha tomado contato. 🙁

Muitas vezes, nas sessões terapêuticas atendendo as pessoas, quando pergunto se as pessoas estão tendo contato frequente e de qualidade com a natureza, algumas dizem coisas do tipo “Sim, uma vez por semana dou uma caminhada no parque”, ou vou à praia e coisas assim. A vida no meio do concreto armado tornou-se cada vez mais comum. 2006 foi o primeiro ano em que a população urbana na terra foi maior que a rural e essa proporção vem aumentando cada vez mais. Já temos centenas de cidades com mais de 1.000.000 de habitantes. [dados do documentário A Humanidade Vista do Espaço]

As pessoas parecem não perceber o quão afastadas estão da natureza e dos quatro elementos (água, terra, fogo e ar). Esse afastamento está intimamente associado a muitas de nossas doenças e desequilíbrios. Poder estar em locais de natureza imersa, preservada e tranquila tem sido cada vez mais raro e o que deveria ser apenas algo natural vem tornando-se cada vez mais uma exceção e até mesmo um difícil privilégio.

Contato frequente para o que estamos tratando aqui quer dizer diariamente. De qualidade quer dizer com atenção, envolvimento, aproveitamento físico e emocional, com possibilidades de silêncio e recolhimento propiciando paz psíquica e possibilidade de consciência espiritual. Muito pra sua cabeça?… Risos. Ou choros. Sei lá…

32 – Cura da criança Ferida / Desamparada

Temos sido crianças emocionais e bebês espirituais nos corpos de adultos. Temos crianças mimadas, birrentas, ambiciosas, egoístas e até mesmo malignas, incapazes de lidar com a frustração ou mesmo de receber um simples não de forma decente comandando as famílias, empresas, cargos públicos e até mesmo à frente das nações, em todos os poderes. Uma situação realmente crítica. 🙁

O primeiro passo para essa cura é identificar a criança ferida dentro de nós. Desamparada, não acolhida, não vista, não amada, não compreendida.

O segundo passo é acolher e integrar essa criança. A partir da identificação, podemos promover uma revisão, reprogramação e saciedade dessa criança dentro de nós. Teremos a possibilidade de fazer isso. 🙂

Também é de valia inestimável assumir a maternidade e a paternidade da nova criatura que nasce de dentro de nós mesmos. Fazendo isso, abrimos o portal para deixarmos de ser infantis e podermos voltar a ser como a nossa criança sempre que adequado, para brincar e curtir a vida com espontaneidade e não mais para ela entrar em cena e assumir o controle quando não damos conta dos desafios e intempéries.

Há muitas técnicas e formas para tanto. Faça o seguinte…: num tempo de paz, silêncio e concentração, coloque um travesseiro ou almofada em seu colo. Emposse-o(a) de sua criança. Com bastante diligência, veja que idade essa criança tem. Perceba o que ela precisa. Você é a pessoa mais adequada para tanto. Muitas vezes, somente você será capaz de 100% de precisão nessa tarefa. Então, dê a essa criança o que ela precisa.

Há uma tríade que pode ser muito útil e resolutiva nesse momento. Dentre tudo o mais que você sentir, verifique também se essa criança precisa de ser vista, amada ou compreendida e dê isso a ela. Além do afago e carinho, traga tudo o que for necessário no poder da palavra.

Precisando de mais inspiração para esses procedimentos todos, leia o  sobre Brincadeiras que Curam.

33 – Relações Conscientes

Na Era da Inconsciência, o outro é culpado por nossos problemas e dificuldades. Na Era da Consciência, o outro é um espelho que reflete nosso interno e sabemos definir o que são nossos próprios processos e o que são os processos do outro, além de escolher e encaminhar com maturidade e serenidade dentro de si o quanto queremos ou não ser espelho para os processos do outro, sabendo definir o envolvimento e a continuidade ou não das relações. Sem dramas. Sem pressa e sem perda de tempo. Isto vale para todas as relações, especialmente para as afetivas, as quais nos levam, invariavelmente, ao ponto no qual somos obrigados a evoluir.

Relações conscientes também engendram harmonicamente os paradigmas da mudança:
1. Mudar a si;
2. Mudar o ambiente;
3. Mudar de ambiente.

Na maior parte das vezes, as pessoas de consciência comum predominante e mundana tentam mudar de ambiente antes de mudarem a si. Estão com problemas no trabalho ou na relação e buscam mudar de trabalho ou de relação antes de mudarem a si mesmas. No geral, só encontram mais do mesmo do próximo trabalho e na próxima relação, ainda que com novas roupagens.

Ao mudarmos a nós mesmos, o ambiente começa a mudar como reflexo disso. Entretanto, esse ambiente tem uma elasticidade: muda apenas até um certo tanto. Atingida a amplitude máxima dessa mudança, é o momento maduro e certo para mudarmos de ambiente. Na ótica específica das relações afetivas, nesse momento de amplitude máxima de mudança da relação por conta de nossa mudança interna é hora de se decidir a uma nova mudança de si mesmo ou de perceber que realmente pode ser a hora de mudar de relação.
Há algo interessante e até divertido em relação às mudanças nas relações afetivas: a relação está ruim? Reformem a casa. Continuou ruim? Mudem de casa. Não deu jeito? Pode ser um indicado muito contundente de ser a hora de mudar de relação…

34 – Impecabilidade

Impecabilidade significa a habilidade para adquirir, direcionar, usar, armazenar e administrar energia de forma perfeita. Isso nada tem a ver com uma maneira ética ou moral de se conduzir a vida, é algo além disso.

Para absorver com a merecida profundidade este tema, é interessante você ouvir a palestra de Leslie Temple Thurston sobre essa questão. O resumo aqui apresentado é apenas esquemático e para ancorar o entendimento e aplicação do rico espectro envolvendo tudo o que a Impecabilidade implica. Acessar o conteúdo Integral da palestra de Leslie Temple, além de instrutivo, é bastante inspirador e poético.

Procedimentos e direcionamentos que tomados em conjunto são capa­zes de lhe trazerem a vivência de uma atitude e uma vida impecável são:

– Revisão periódica e programada da sua própria vida; Neste caso, é interessante inclusive estabelecer planos e metas de longo e curto prazo a serem atingidos;

– Análise de rotinas – nesta análise deve-se estar atento para dissol­ver progressivamente todas aquelas rotinas que lhe tiram energia ou realizadas pura e simplesmente por conta de hábitos inconsci­entes;

– Prestação de serviço social voluntário;

– Manutenção de diários – sugestão: um de registro da jornada espi­ritual; outro para processamento de polaridades e de eventos, situações, traumas e condições de vida e manifestação limitantes;

– Fazer e utilizar uma lista de coisas que sugam sua energia e outra daquelas que lhe dão energia;

– Passar algum tempo sozinho;

– Manter contato frequente e de qualidade com a natureza;

– Praticar meditação;

– Praticar a contemplação;

– Manter sua casa sempre limpa, arrumada e bonita;

– Ter mudanças como hábito em sua vida;

– Rever os relacionamentos habitualmente, mantendo apenas aque­les que fazem parte do seu presente e ressonantes com as evoluções atingidas em sua jornada espiritual;

– Tomar consciência de suas motivações;

– Praticar exercícios dissociados de qualquer aspecto competitivo.

35 – Locais de Poder

Locais de poder são aqueles cuja energia e vibração possibilitam a potencialização de nossas capacidades psíquicas, elevação energética, atingimento de estados alterados, especialmente os expandidos, de consciência, captação de energia, purificação emocional, dentre outras bênçãos. Locais preservados e sagrados da natureza, como, por exemplo, muitas cachoeiras, podem ter esse tipo de qualidade.

Quanto mais se faz uma coisa em determinado local, mais ele adquire a vibração do que lá é feito. Locais que já foram cenários de muitos rituais poderosos de cura, abrigaram muitas pessoas ou mesmo gerações procurando por elevação energética, ressonância com tudo o que existe registram e concentram esse tipo de vibração, possibilitando àqueles que neles se encontram uma maior facilidade para também atingir esses estados.

Veja mais sobre Locais de Poder no conteúdo específico sobre este assunto.

36 – Rituais Conscientes de Cura

Os rituais amplificam a potencia daquilo dentro deles feito. A cura é um movimento contínuo em tudo existente, de uma forma ou de outra. Mesmo nossas doenças fazem parte de um processo de cura mais amplo, considerando os sistemas aos quais pertencemos e também a conexão entre tudo o que existe.

Entregarmos-nos, então, a rituais conscientes de cura manifesta um portal poderoso para intencionarmos e atingirmos a cura dentro do nível de consciência em que estamos enquanto individualidades.

37 – Brincadeiras que Curam

Algo delicioso. Veja o conteúdo específico sobre o tema.

38 – Regressão

. Compreensão Geral
. Espontâneas
. Autoconduzidas
. Conduzidas
. TVP – Terapia de Vidas Passadas.

Para ver mais sobre o tema, acesse o conteúdo específico.

39 – Manifestação Artística

A arte faz parte da vida. Isso já sabemos. O diferencial aqui é entender a manifestação artística como canal de cura. Para o bem de toda a humanidade, já há hoje muitas práticas de arteterapia, inclusive pós-graduações sobre o assunto.

Para vivenciar este poder na prática, desenvolva ao menos uma arte e pratique-a, manifeste-a com prazer e sem compromisso de obrigação.

Caso a pessoa esteja totalmente bloqueada para isso, uma ótima forma de começar é atra­vés da contemplação da arte. Ir ao teatro, exposições e espetáculos. Em relação a ir ao cinema, caso a pessoa não tenha esse hábito, desenvolvê-lo. No caso de já o ter, agregar o foco de perceber em cada filme o que são os aspectos específicos ligados à direção geral, à dire­ção artística, à fotografia (iluminação), ao roteiro, ao figurino, enfim, aos seus diversos aspectos técnicos, que são os quesitos normalmente julgados nos festivais de cinema. O desenvolvimento da percepção artística pode ser um bom primeiro passo para despertá-la dentro de si.

Há uma palestra magistral de Leslie Temple sobre a importância da manifestação artística como um canal para atingimento da autorrealização. Veja no site da corelight.org a palestra “Sentir, ver, criar”. Uma verdadeira delícia.

40 – Neutralidade

Muito se fala em ser positivo. Entretanto, há uma lei universal, dentro da dimensão da dualidade em que vivemos, segundo a qual tudo se transformará em seu oposto. Portanto, buscando a positividade, fatalmente, iremos nos deparar com o negativo. Mesmo assim, no começo de um trabalho de expansão de consciência ou autorrealização, focar a dissolução da negatividade já é um grande primeiro passo, especialmente para aqueles com padrões de quadros depressivos em toda a sua ampla gama de manifestações.

No entanto, na evolução e continuidade dessa jornada rumo à autorrealização, chegaremos ao ponto onde perceberemos que dissolver a positividade também será um passo necessário para se continuar progredindo na jornada. O tão famoso símbolo do Tao condensa graficamente o princípio da Neutralidade:

Um dos fatores mais importantes de formação da personalidade, algo a respeito do qual procuramos ir além, é justamente nossa identificação com estados negativos e positivos, julgamentos sobre bom e mau, certo e errado. Isso forma nossa idiossincrasia a partir da combinação de centenas e até mesmo milhares de conjuntos de julgamentos e preferências, ao ponto de se tornar um hábito ou até mesmo um vício de julgar todas as coisas, com consequente atração ou repulsão a elas, inclusive situações.

Julgamento está ligado a esse pêndulo entre certo e errado, bem e mal. Discernimento está ligado à capacidade de distinguir verdade de ilusão.

O foco na Neutralidade apresenta-se como canal de cura uma vez que nossas doenças estão ligadas a processos disfuncionais de nosso organismo, portanto desequilibrados. Buscar a Neutralidade é primar por estados equilibrados. Quanto maior nossa capacidade de equilíbrio mais conseguimos lidar com fluxos maiores de energia e, portanto, de consciência e autorrealização. 🙂

Recomenda-se a palestra de Leslie Temple no site da corelight.org sobre o tema da Neutralidade para se absorver com profundidade esse conceito e sua importância fundamental para nossa ascensão.

41 – Alinhamento do Hara – Propósito

A Linha do Hara encontra-se em um estágio intermediário vibracional entre nosso campo áurico e a energia de nossa essência e está ligada a nosso propósito de vida. Alinhando nosso propósito, tudo torna-se mais fluido. Casais, por exemplo, com propósitos de vida em comum têm a maior chance de uma relação estável considerando-se quaisquer outros fatores.

Quando declaramos nossos propósitos e os deixamos claros em relação àqueles com quem interagimos, todas as coisas tornam-se mais fáceis. Ao contrário, propósitos ocultos dificultam tudo. Inclusive os propósitos ocultos de nós mesmos, aqueles com os quais nos comprometemos algum dia e dos quais nos esquecemos, tem o potencial de drenar até mesmo toda a nossa energia vital.

O livro de Práticas da Vivência em Cura traz uma explicação de um exercício físico prático demonstrando como alinhar o hara. Uma fonte excep­cionalmente clara e rica para aprender sobre isto também pode ser encontrada no livro “Luz Emergente”, de Barbara Brennan.

42 – Proteção Energética
43 – Desintoxicações e Jejuns

Veja o texto “Jejum Racional”, do Dr. Mário Sanchez e procure também pelo livro “Você sabe se desintoxicar”, do Dr. Soleil.

Toda a indústria alimentícia e farmacêutica mundial tem por trás de si o poder econômico, levando a distorções absurdas em relação a nossa saúde no que diz respeito aos hábitos alimentares. Alimentos industrializados, com conservantes tóxicos e fertilizantes dominaram massivamente nossa alimentação. Algumas indicações alimentares chegaram ao extremo de preconizar que um ser humano deve se alimentar a cada três horas, um contrassenso inclusive do ponto de vista racional, deduzir que devemos viver apenas para comer…

44 – Vazão Consciente, Extravasar, Catarse

Dar vazão consciente a sentimentos represados e tóxicos, extravasar conteúdos desequilibrados e passar por processos de catarse bem conduzidos pode tirar anos ou mesmo décadas de toxidade de nossos sistemas energéticos, emocionais e psíquicos, redundando, inclusive, em limpeza física de fato.

Um cuidado que se deve ter com esse tipo de processo é em relação a não serem um recurso a se lançar mão efusiva e continuamente. É provável que seja extremamente benéfico para todos os seres humanos passar ao menos por um forte processo de catarse e vazão profundo e sem restrições. Entretanto, o uso contínuo e desregulado deles pode levar a um desabastecimento energético de picos ou até mesmo mais estável e profundo, pois ao tirarmos energia do corpo e do sistema, mesmo desequilibrada, o quantum geral da energia desce e, em processos de catarse, isso pode ser bastante significativo ao ponto de deixar os sistemas imunológico e de abastecimento desguarnecidos. Tendo-se esse cuidado de dar as vazões com intensidade e intervalos adequados para a recarga e recuperação do sistema, tudo bem.

45 – Aceitação

A aceitação como canal de cura trata-se de aceitar o que já é, não sendo confundida com conformismo. Quando não aceitamos o que já é, estamos entrando em luta com todo o universo, pois algo é ou se apresenta de determinada forma em decorrência de uma confluência de todo o universo para aquilo ser ou estar daquela maneira.

Quando aceitamos as coisas como são, nossa energia e intenção podem estar 100% focadas em seguir dali para frente e não perdem tempo com lamentações ou se debatendo. Isto é um ganho incrível e traz muitos benefícios, dentre eles, nos livrar do mau hábito da comparação.

46 – Entrega

A entrega soma-se à aceitação e nos coloca em harmonia no trilho do por vir. É interessante absorvermos o conceito de entrega controlada e aprendermos a criar e atrair cenários dentro dos quais conseguimos nos deixar levar dentro de uma margem de segurança para atingirmos nosso equilíbrio, cura, autorrealização.

47 – Doação

Através da doação, especialmente a incondicional, podemos ir além de nossos limites, algo interessante para irmos além da consciência limitada do ego. Mesmo através da doação condicionada podemos nos ver em ação e acertar as bases para chegarmos à doação incondicional. O que você já fez e está fazendo pelo outro e pelo mundo hoje?…

48 – Gratidão

O agradecimento gera uma vibração de atração para mais daquilo por que se é grato e isso pode ser bem interessante quando se sabe dançar essa música.

Num estágio avançado da Jornada de Autorrealização, conseguimos agradecer até pelas adversidades. Amar os problemas, as dificuldades, os dias difíceis. Você consegue perceber quanta liberdade e poder residem aí?…

49 –  Reconexão com o Tempo Natural

Tornamos-nos escravos do tempo mecânico e perdemos a conexão com o Tempo Natural e isso trouxe problemas para nossa saúde física, emocional, psíquica e espiritual. Já pensou o quão violento é a todo o seu sistema acordar com um despertador cortando seu sono antes dele se concluir naturalmente? Até mesmo para o nascimento dos bebês seus tempos de maturação têm sido desrespeitados e passou a ser não apenas aceitável, mas até mesmo comum marcar-se previamente a data de seus nascimentos através de meios cirúrgicos para casos onde não há qualquer risco tanto para o bebê quanto para a mãe. Triste, muito triste.

Entender o que é o tempo, sua correspondência para cada um de nossos corpos inferiores (emocional, físico, mental e espiritual) é de grande importância e valia para nossa saúde. Prestar atenção nos ciclos da natureza e poder viver em ressonância com eles recobra nossa intuição, poder e força. Experimente.

50 – Computadores & Cura

Considerando nosso relacionamento com os computadores, cada vez mais intensamente presentes em nossa rotina das formas mais diversas e inusitadas, podemos fazer inferências e divagações em relação a como podemos utilizá-los dentro de contextos envolvendo processos terapêuticos.

Essas ferramentas amplificadoras da produtividade (e não da qualidade…) também amplificam o que, dentro do caminho do autoconhecimento, chamamos de espelho: o outro reflete nossa realidade e vemos fora aquilo que já vibramos interiormente. Podemos ver em nossa relação com o computador e a tecnologia, de uma forma em geral, a quantas anda nosso potencial de amadurecimento emocional, carência ou satisfação afetiva, nível de irritabilidade ou paciência e por aí vai. No computador, na interação que com ele podemos fazer com o mundo, temos a possibilidade de escolher nos sentir mais vivos ou, vacilar, e nos tornarmos mais alienados.

Como é sua caixa postal? A da maioria das pessoas tem centenas de mensagens não lidas, muita propaganda, lixo, spam etc, refletindo o grande volume indistinto e não processado de todo o tipo de informação que recebemos diariamente. Assim como tropeçamos em um móvel, tropeçamos em um pensamento. Aliás, tudo o que acontece no manifesto vem do não manifesto. Chegamos a tropeçar nos móveis e nas coisas em decorrência de já estarmos vindo tropeçando em pensamentos e “coisas” dentro de nós mesmos…

Como são seus arquivos? Difíceis de achar, todos misturados? O mais provável é que reflitam seu padrão de pensamentos, classificação e organização das coisas dentro de si mesmo(a). Não que a organização 100% seja a meta para todos. Cada um opera em um tipo de padrão. Estamos apenas falando que olhando para as coisas em seu próprio computador conseguimos saber muito de como você funciona.

A partir dessas premissas você pode (e deve…) utilizar sua relação com computadores e tecnologia para trazer mais cura para si mesmo(a). Por exemplo, as Respostas de Cura e dissolução das Defesas de Personalidade pode ser beneficiada por relações conscientes e com esse propósito quando estamos acessando e operando computadores e máquinas.

Procure pelo conteúdo sobre Computadores e Cura na página da Vivência em Cura para saber mais a este respeito.

51 – Sexo Elevacional

Sexo Elevacional é aquele realizado com o propósito de se adquirir cura, expansão de consciência, aumento da vibração energética, acúmulo de energia abundante em estado de equilíbrio para utilização quando for necessária. Envolve muitos conceitos interligados em outros portais citados aqui, como os da Impecabilidade, Neutralidade, Aceitação, Entrega, Gratidão e Relações Conscientes.

Este é um assunto bastante vasto e a Vivência em Cura possui um material específico sobre o tema em desenvolvimento com várias pérolas, dentre as quais se adianta uma, o alinhamento entre os centros mental, emocional e sexual como premissa para a entrega e realização do ato sexual. Só se dê a esse ato quando houver um sim de cada um desses seus três centros…

52 – Vivências Místicas / Estados Alterados de Consciência

Para uma introdução e busca de uma iniciação a este conteúdo, veja o capítulo específico sobre as Vivências Místicas. Os estados alterados de consciência podem funcionar como “Amostras Grátis do Paraíso” e merecem uma iniciação e vivência experiencial, muito além de qualquer coisa apenas mental. É algo a respeito do qual podemos falar muita coisa, entretanto sem nenhuma valia caso não se tenha experiências significativas e proveitosas com eles.

53 – Alinhamento de Vida

Alinhamento de vida implica em cumprir o seu propósito de vida, sentir-se satisfeito com sua condição como um todo. Unificar-se de todas as formas, aproveitar os momentos sabendo distinguir o presente daquilo que está acontecendo no presente. Alinhar sua vida significa trabalhar com satisfação, morar onde se sinta bem, fazer coisas em seu dia-a-dia que lhe tragam sentido de realização e plenitude. Estar com pessoas que agregam e somam contigo, gerando percepção de fazer sentido e satisfação em estarem juntos.

Alinhando sua vida, você terá interações mais profundas com pessoas que também tiverem suas vidas alinhadas e cujo alinhamento conflua com o seu. Mesmo que o contato entre vocês seja breve, será profundo e mutuamente benéfico.

54 – Ressonância

Ressonância = sonar novamente, o que implica em comunicação, uma das bases mais profundas da existência, da vida e da cura.

Quando num sistema são injetados impulsos de energia com uma frequência igual a uma de suas frequências preferenciais de vibração, o sistema passa a vibrar com uma amplitude progressivamente crescente, que tende ao maior valor possível. Neste caso, dizemos que o sistema em questão entrou em ressonância. Lembre-se: você pode ser um sistema buscando consciência de tudo o que existe, emitindo e recebendo vibrações as mais diversas.

Existem cinco meios para se atingir ressonância:

– Meditação (mais importante e potente);

– Combustível (escolhido para manutenção) do corpo físico – A relação do alimento com a ressonância é a seguinte: quanto mais denso o alimento (carnes, álcool, chocolate, excesso alimentar etc), menor a capacidade da pessoa em atingir estados ressonantes; quanto mais sutil a alimentação (alimentos naturais, frutas, ar, bons relacionamentos afetivos, luz…), maior a capacidade da pessoa em atingir estados ressonantes;

– Controle do corpo emocional e da memória celular – intimamente ligado à Liberação Emocional;

– Controle do corpo mental através da intenção, programação e acesso aos 4/5 do cérebro que contêm o inconsciente [veja o livro “A Mente que Cura”];

– Utilização de mantras e harmonização por meio de ondas sonoras;

55 – Sincronicidade

O estudo do Tzolkin (a matriz harmônica sobre a qual, dentre muitas outras coisas, foi baseada o Calendário Maia), nos traz muitos aprendizados e ganhos. Um dos mais simples e poderosos a sabedoria:

Aqui é o melhor lugar. Agora é o melhor momento.

Essa poderosa força baseia-se no princípio da Sincronicidade. Quando estamos alinhados com ela, sempre conseguimos entender e ressonar com o momento. Quando encontramos alguém dentro de seu fluxo, aguardando alguns breves momentos, saberemos por que estamos naquele lugar e nos encontramos justamente com aquela pessoa, mesmo que nunca a tenhamos visto antes e nada daquilo tenha sido planejado.

Flua com a sincronicidade e encante-se com a vida.

56 – Ouvir com Sabedoria
57 Música Elevacional

A Música Elevacional é aquela que eleva nosso padrão vibratório. Pode ser de muitas formas e variedades. A Vivência em Cura a utiliza nas Festas que Curam. Muito da música clássica erudita pode conter aspectos de Música Elevacional. Entretanto, na atualidade, com o advento do computador, temos muito de música eletrônica com esses aspectos. Músicas chamadas de instrução utilizada em rituais de plantas de poder também trazem os aspectos elevacionais em si.

58 – Nutrição para a Cura e a Vida

A alimentação consciente abrange as seguintes qualidades e aspectos: seletiva, saudável, ressonante com a sustentabilidade do planeta, prazerosa.

Em “A Ética da Alimentação – como nossos hábitos influenciam o meio ambiente e o nosso bem-estar” Peter Singer e Jim Mason citam cinco princípios éticos que deveriam nortear nossas escolhas alimentares:

– Transparência: temos o direito de saber como nosso alimento é produzido;

– Justiça: a produção de alimentos não deveria impor custos aos outros;

– Humanidade: impor sofrimento significativo a animais por motivos menores é errado;

– Responsabilidade Social: os trabalhadores deveriam receber salários e condições de trabalho decentes;

– Necessidades: preservar a vida e a saúde justifica mais do que outros desejos.

Além desse pequeno abre alas acima, a Nutrição para a Cura e a Vida também engloba uma infinidade de aspectos muito além do escopo deste livro e, ainda mais, da citação nesta lista dos Portais de Cura. Veja na página da Vivência em Cura a atualização do tema enquanto mantém este conceito em sua mente, intenções e práticas diárias de nutrição, não apenas de alimentos, mas também na forma como se relaciona com as pessoas, respira, troca energia com a vida de uma forma em geral, sempre observando os pensamentos e sentimentos que lhe dão e lhe tiram energia…


Especiais

Especial 1 – Caminhos da Cura

Caminhos da Cura é o Portal Especial Número 1 por conta de ser o 1º Livro da Vivência em Cura. Traz todo o conteúdo base do site para quem realmente quer empreender a Jornada da Cura.

Também é especial por conter em si vários dos portais acima descritos:

– Portal 6 – O Processo de Cura
– Portal 2 – Consciência – Quem é Você?
– Portal 4 – Respostas de Cura – Defesas de Personalidade
– Portal 27 – Meditação
– Portal 15 – Respiração para Curar Sua Vida
– Portal 52 – Vivências Místicas
– Portal 38 – Regressão
– Portal 37 – Brincadeiras que Curam
– Portal 26 – Integrando os Sonhos
– Portal 42 – Proteção Energética
– Portal 35 – Locais de Poder
– Portal 29 – Dissolução de Medos
– Portal 21 – Expressão Curativa – Palavras Não Ditas
– Portal 56 – Ouvir com Sabedoria

Acesse o livro agora.

Especial 2
Formação Vivência em Cura – para Terapeutas
Especial 3
Formação Healing Gates – para quem busca Transformação e Cura Pessoal

Indicados

1
Palestras da Leslie
2
Vipassana
3 – Liberação Pelo Ouvir – Livro Tibetano dos Mortos

. Versão Fênix Livros

. Osho Bardo

4 – Abordagens Energéticas e Holísticas

. Acupuntura
. Massagem Terapêutica
. Theta Healing
. Body Talk
. Feldenkrais
. Oráculos
. Musicoterapia
. Biodança
. Contato e Improvisação
. Fitoterápicos
. Homeopatia
. Florais

5
Série – O Olho de Hórus
6 – Filmes Recomendados

. Matrix e sua Análise;
. Ram Dass;
. O Buda.

7
Autohemoterapia
8 – Contato com os Mestres

Sugerimos os seguintes:

. Leslie
. Gangaji
. Prem Baba
. Papaji
. Gualberto

9
Mantras
10
Ayahuasca
11
Reprogramação do DNA
12 – Intervenção Medicina Convencional – especialmente:

. Diagnóstico;
. Abordagem alopática pontual;
. Intervenção cirúrgica.

13
Níveis de Consciência – O Olho de Hórus Parte 8
 Somos Parte de Tudo o que Existe

Visite a Fonte.


 


Deixe sua Generosidade Comentando abaixo. 🙂

Comentário(s)
Se seu post não aparecer imediatamente, atualize a página pois ele já deve estar ativo.